terça-feira, 17 de janeiro de 2012

O Big Brother Brasil e o Brasil do Big Brother


Oi seus lindos!!!!
Escrevendo essa postagem, me faltaram as palavras adequadas para definir o sentimento verdadeiro perante o que meus olhos estão vendo nos últimos dias.
Penalizada, impressionada, triste, chocada... sei lá... Nenhuma delas servia e todas elas juntas eram apropriadas para demonstrar como me sinto com a maneira do mass media de tratar as pessoas que ficam sentadas diante da TV, consumindo as porcarias por ele veiculadas.

Sei que já estão cansados de ouvir falar sobre isso, mas refiro-me especificamente ao Big Brother Brasil, que para mim deveria se chamar Big Bosta, pela quantidade de cocô que é jogada em cima de nós sempre que nos posicionamos como gado passivo e eufórico para assistir o que lá é veiculado.

Há 12 anos, o programa surgiu como uma proposta inovadora dos reality shows, ou seja, programas onde a “realidade” era mostrada ao vivo. O que vimos na verdade foi um “freak show”, ou seja um show de bizarrices que trata o ser humano como bicho enjaulado em um zoológico digital para que nós assistamos o que há de pior em sua natureza. O que me impressiona mais ainda é que, mesmo após esses longos 12 anos de exibições grotescas, ainda há pessoas que acreditam piamente que o que ali passa é uma realidade aleatória.

Quando falo convictamente para alguém que por detrás de tudo que se desenrola no Big Bosta, há um tenebroso e aviltante script, bem elaborado, bem roteirizado, com papéis inescrupulosamente delineados no intuito de transformar aquelas criaturas em bichos exóticos bem diante de nossos olhos, sou olhada com espanto, como se eu fosse “a louca” por achar isso. 

Como se fosse impossível para o império da Vênus Platinada  sordidamente criar um programa de reality só tem o tempo de exibição e mais nada...
O mais interessante é que as pessoas não se atém à detalhes como a menstruação das mulheres, a vida sexual, eventuais desarranjos de saúde e outras coisas que me falham agora a memória mas que passam despercebidos perante os olhos destreinados do povo. 
Elas são tão ingênuas que acreditam mesmo que a Globo arriscaria ser um fracasso de IBOPE ao deixar os confinados ao seu bel prazer, fazendo somente o que naturalmente desse na telha. 
Ignoram a gigantesca indústria lucrativa que tem como principal mercadoria o cérebro dos idiotas.

Diante de tudo isso, O Capital, de Marx e suas teorias sobre a transformação da força de trabalho do homem em mercadoria fica inócua e sem valor perante a transformação da mente do homem e de sua liberdade de pensamento numa mercadoria barata, comercializada através da pior moeda que já pode existir até os dias de hoje, o aviltamento da dignidade do ser humano.

Mas quero chegar ao ponto de que, ao cabo destes 12, tudo de mais escatológico nos foi exibido e a sociedade não percebeu como isso foi um verdadeiro treinamento de controle mental para que fôssemos nos acostumando com o que é inadequado, com o que não presta. Inicialmente, o que despertava a atenção eram os “barracos”. Todo mundo curtia um bom barraco, afinal esse era um comportamento que socialmente não era aceito. Com isso nos treinaram para que isso fosse aceitável e natural perante nossos olhos e hoje todo mundo acha natural, lindo e maravilhoso atitudes barraqueiras. Perdeu-se o respeito pelo próximo.
Depois dos barracos, apresentaram-se conflitos amorosos, religiosos, sexuais... enfim... Tudo o que é importante e sério sendo apresentado diante de nossas vistas da forma mais leviana e mais ordinária possível. Perdeu-se o respeito pelo ser humano.

Lamento demais que um profissional como Pedro Bial, grande repórter, grande autor, com uma história sólida e invejável em todo o mundo, o cara que cobriu a queda do muro de Berlim, colocar-se diante das câmeras e diante da sociedade brasileira para chamar um monte de vagabundos, desocupados, barraqueiros, gente da pior espécie de “heróis”... Fico sem palavras.

Agora, depois de 12 longos anos em que não há mais novidade nem pudores a se descortinar, há uma forçada de barra para enfiar goela abaixo do Brasil um suposto estupro. Diante de qualquer ótica que se analise o ocorrido, tudo envereda pelo caminho da perversão e da desconfiguração dos valores positivos do ser humano.

Se houve mesmo um estupro ou uma relação sexual sem consentimento mútuo, é uma verdadeira aberração que assistamos isso em horário nobre, provocado e incentivado por uma emissora que confina, mistura, droga e embebeda homens e mulheres para ver “no que é que dá”. Deu merda.
Se não houve, estamos diante de um processo de rebaixamento da mulher, que diante de uma festa se comporta como um ser vulgar, que não nutre o menor respeito pelo próprio corpo e pela própria condição de mulher à medida em que tem sexo totalmente embriagada com um estranho em frente a câmeras que são os olhos do país, e do homem, que age como um cachorro covarde que “pega” a fêmea instintivamente como se fosse um animal primário, silvícola e desprovido de razão que lhe refreie os instintos.

A meu ver, tudo o que aconteceu foi obra e graça do script malévolo do Sr. Boninho, cérebro demoníaco que desenha o roteiro do BBB para que se apresente toda sordidez e imundície a fim de ganhar pontos no IBOPE, nada foi por acaso nem acidental. Tudo foi uma manobra para impressionar mentes que já estão “acostumadas” com o que não presta e já não reagem mais diante de porcaria pouca. Sabe como é aquele garotinho que pequenininho ri de piadas de pintinhos, do Joãozinho depois passa a rir piadinhas de português, loira e travestis, e quando seu senso de humor já não responde mais ao estímulo dessas piadinhas simples, ele passa a rir apenas de piadas pesadas, escatológicas e aviltantes. É isso que está acontecendo com o povo brasileiro.

Diante de tudo isso, o que podemos esperar. Sadomasoquismo? Pedofilia?
Sim... essas serão as próximas atrações, e nós, massas de manobras viciadas, acharemos tudo normal, bateremos palmas e ficaremos todos atônitos, esperando para “dar uma espiadinha.”
Meu Deus, o que será de nós?



Beijos de Diva!

2 comentários:

  1. LINDA, ESSA É UMA MATERIA DE REPÚDIO A ESSE BBB (BOSTA). A Globo está apelando qndo exibe esse tipo de programinha. E as novelas????
    EM SE TRATANDO DE TELEVISÃO E O AMBICIONADO IBOPE, TUDO QNTO É DE BESTEIRAS É MOSTRADO COMO CONTEÚDO DE 'EXCELÊNCIA', PARA FAZER O POVO FICAR CADA VEZ MAIS ALIENADO.

    ResponderExcluir
  2. Tudo é válido em nome da audiência. A melhor forma d eportesto que pdoemos fazer é desligar a Tv ou mudar de canal. É a minha interpretação pessoal dos ensinos do Mestre Jesus; " se um olho escandaliza-o, aparta-o de ti".

    ResponderExcluir